O Super VR da Nintendo cancelado e John Carmack querendo briga com o Switch!
Passado e Futuro

John Carmack, o homem, a lenda.

Por anos, considerado o maior programador do mundo.  Codificou Doom. Criou a engine 3D revolucionária de Quake.  Pesquisador de foguetes nas horas vagas.

Esta semana, no evento Oculus Connect 5, ele disse acreditar que o headset Oculus Quest , no qual trabalha junto ao Facebook, terá que competir com o Switch para se fazer presente no mercado.

Não será tarefa fácil, afinal o Quest deverá começar a US$400.

E mesmo o Switch  não sendo um dispositivo VR, Carmack ainda o vê como concorrente.

"O Quest em suma é um dispositivo de jogo portátil.  Em termos de hardware estará próximo ao Switch."


Falando em VR...

Curiosamente, nesta mesma semana, foi revelado que já em 1995 (!!) a Nintendo tinha  em estágio avançado um projeto VR superior ao seu próprio Virtual Boy, porém abriu mão do lançamento.

A notícia veio a público através de Jeremy San, ex funcionário da Argonaut, aquela mesma que produziu o chip SuperFX que possibilitou polígonos no SNES em jogos como Star Fox!

A misteriosa máquina VR em questão se chamava "SuperVisor" e foi descontinuada em detrimento ao Virtual Boy, a primeira experiência 3D-VR da Nintendo.

Aspas para Jeremy:

"Eu trabalhei na máquina VR chamada SuperVisor para a Nintendo. Infelizmente, nós nos decepcionamos porque Gunpei Yokoi cancelou o projeto em favor do Virtual Boy, que costumávamos chamar de Virtual Dog já que era muito ruim!"

"Ele fez uma aposta na direção errada. Cancelou o SuperVisor e o Virtual Boy também morreu."


Image

Segundo Jeremy, o SuperVisor era incrivelmente avançado para a época.

"Nós tínhamos as cores e Head Tracking num tempo em que ninguém sonhava. Era o Vive Headset 20 anos antes."


Nota: Assim como o  Game Boy, visando menores custos, o Virtual Boy só funcionava com duas cores (vermelho e preto) e não resistiu muito tempo no mercado. Ficou um ano à venda e só recebeu  22 jogos. 

Nota 2: Apesar da mágoa de Jeremy San, podemos afirmar que Gunpei Yokoi se mantém um gênio. Ele "apenas" inventou os direcionais e estabeleceu o mercado de jogos portáteis com o Game & Watch e Game Boy.