Nintendo fala sobre por que o DLC é um bom ajuste para o Switch
Kimishima fala de DLCs e a possibilidade de novas opções de Joy-Con

Com a Nintendo Switch, a companhia Japonesa apostou na apresentação de conteúdos adicionais para praticamente todos os seus lançamentos, desde as expansões em Zelda: Breath of the Wild e Xenoblade Chronicles 2, às actualizações gratuitas em ARMS e Splatoon 2.

Este maior foco na distribuição de conteúdos digitais adicionais é um resultado da plataforma em si, uma vez que a Nintendo sente que a sua Switch combina melhor com a ideia de DLCs do que qualquer outra consola que lançou.

Shinya Takahashi, gestor geral da divisão de Planeamento e Desenvolvimento na Nintendo, explicou ao IGN que a companhia está a abraçar o formato digital e que a sua popular híbrida é uma boa parceira para este formato.

"Penso que os jogos que podes descarregar têm uma boa compatibilidade com a ideia de conteúdos adicionais. Penso que a Nintendo Switch, comparada com a maioria do nosso hardware mais recente, faz um melhor uso da capacidade de descarregar títulos completos pois é uma consola que podes levar contigo como uma portátil."

"Gostamos de pensar nos jogos que têm um melhor valor para receber conteúdos adicionais," acrescentou Takahashi.

A Nintendo sente que a portabilidade da Switch é uma das suas principais atracções e a aposta no formato digital para descarregares os jogos completos foi feita para que possas tirar proveito dos jogos em qualquer lado.

Smiley face