Kamiya explica o envolvimento da Nintendo com Bayonetta.
Como diria Lord CutlerBeckett, "É só um bom negocio".

São 15 tweet para entender.

Hideki Kamiya, da PlatinumGames, diretor do Bayonetta e esteve muito próximo no desenvolvimento do Bayonetta2, Compartilhou algumas curiosidades.

Tradução... assim, mais ou menos...

Tenho algo que eu quero contar a todos vocês. Trata-se de Bayonetta 3. (1/15)

Nós somos desenvolvedores de jogos, que assinam contratos com editores e recebemos recursos para cobrir os custos de desenvolvimento. (2/15)

Para Bayonetta, assinamos um contrato com a Sega e recebemos fundos deles, então propusemos o projeto e iniciamos a produção. Todos os direitos pertencem à Sega. (3/15)

Na época, nossa empresa recentemente inaugurada, não estávamos adequadamente equipados para desenvolvimento multiplataforma, então depois de discutir com a Sega, decidimos desenvolver o jogo exclusivamente para o Xbox 360. (4/15)

No entanto, depois disso, um dos parceiros comerciais da Sega acabou fazendo um port para o PS3, a pedido da Sega. Mais recentemente, eles também decidiram que uma versão Steam deveria ser desenvolvida, que foi lançada no ano passado. A Sega possui direitos sobre todas essas versões. (5/15)

Quando começamos a fazer Bayonetta 2, inicialmente recebemos fundos da Sega para desenvolver o jogo como multiplataforma, mas o projeto foi interrompido devido às circunstâncias da Sega. A Nintendo então entrou para continuar financiando o jogo, permitindo que nós terminássemos. (6/15)

Como tal, os direitos pertencem à Sega e à Nintendo. Os proprietários dos direitos decidiram que o jogo deveria ser exclusivo para Wii U. (7/15)

A Nintendo gentilmente financiou um port de Bayo 1 para o Wii U e eles até nos permitiram usar a voz japonesa que criamos para a versão Wii U na versão para PC do Bayo 1 também. (8/15)

Sou extremamente grato à Nintendo por financiar o jogo e à Sega por permitir que eles usem a IP Bayonetta. (9/15)

Quanto ao Bayonetta 3, foi decidido desde o início que o jogo fosse desenvolvido usando o financiamento da Nintendo. Sem a ajuda deles, não teríamos sido capazes de dar início a este projeto. (10/15)

Todos os direitos ainda pertencem à Sega e à Nintendo. Os proprietários dos direitos decidiram que o jogo deveria ser feito para o Switch. (11/15)

O desenvolvimento de jogos é um negócio. Cada empresa tem suas próprias circunstâncias e estratégias. Às vezes, isso significa que os jogos são feitos, às vezes eles são cancelados. (12/15)

Mas acredito que toda pessoa envolvida está dedicada a oferecer a melhor experiência possível. Eu sei que, para mim, pelo menos, esse é um dos maiores objetivos quando trabalho. (13/15)

Eu não sei como expressar o quanto estou feliz por ter feito Bayonetta 3, e pretendemos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para torná-lo tão bom quanto possível. Isso é tudo o que podemos fazer, e consideramos nossa maior missão. (14/15)

Demorou um tempo para a produção de Bayonetta 3 ser aprovado, mas agora que começou, espero que ele se transforme em um encontro maravilhoso para todos vocês. (15/15)