Entenda a razão por trás do cancelamento de Scalebound, jogo que seria exclusivo da plataforma Xbox e Windows 10.

Após 4 anos de desenvolvimento, Scalebound, título que seria exclusivo ao Xbox One e Windows 10, teve seu cancelamento confirmado.

Aqui está a declaração oficial, da Microsoft, sobre o assunto:

"Após uma cuidadosa deliberação, a Microsoft Studios chegou a decisão de encerrar a produção de Scalebound. Estamos trabalhando duro para entregar um catálogo incrível de games para os nossos fãs neste ano, incluindo Halo Wars 2, Crackdown 3, State of Decay 2, Sea of Thieves e outras ótimas experiências. Para mais informações sobre os nossos planos de 2017, por favor visite: http://bit.ly/2i1E5bV"

Entretanto, horas antes da confirmação oficial dada pelos representantes da Microsoft, Eurogamer não só havia afirmado que o jogo seria cancelado, como também forneceu o porquê. Múltiplas fontes confirmaram à Eurogamer que a Microsoft e a desenvolvedora Platinum Games estavam enfrentando desentendimentos no projeto, o que acabou levando ao encerramento do trabalho antes do fim de 2016.

A última vez em que Scalebound foi demonstrado ao público foi durante a Gamescon 2016, em Agosto. Desde então, o relacionamento entre Microsoft e a Platinum Games foi drasticamente piorando.

O trabalho no jogo levou um sério golpe na última primavera, afirmaram as fontes da Eurogamer, quando diversos membros mais antigos, do time de desenvolvimento, tiveram que tirar um mês de descanso, devido a pressão do projeto e trabalho pesado.

Esses membros do time retornaram, mas Scalebound agora estava atrás do cronograma. Com problemas contínuos cercando a engine do jogo e prazos de entregas atrasados, Microsoft decidiu que o projeto não poderia mais continuar.

Não é claro se Scalebound poderia, ainda, ser ressuscitado pela Platinum, mas o que se sabe é que o trabalho no jogo, que estava sendo desenvolvido há 4 anos, está oficialmente cancelado.    

Scalebound seria o mais novo trabalho do diretor de Resident Evil 2, Devil May Cry, Okami e Bayonetta, o respeitado Hideki Kamiya.

Durante a Gamescom, uma entrevista foi feita pela Eurogamer com o diretor de Scalebound, Hideki Kamiya, junto com o produtor Jean-Pierre. Nessa entrevista, o par foi questionado sobre o que viria depois - Scalebound 2 ou Bayonetta 3? 

Kamiya respondeu:

"A questão é realmente sobre qual talão de cheque sai mais rápido. Nós somos armas de aluguel."