Nintendo Entertainment System, também conhecido como NES, no Brasil acabou sendo apelidado de Nintendinho.

Esse console foi lançado no Japão em 1983 com o nome de Nintendo Family Computer, ou simplesmente Famicom. O design do aparelho foi refeito e recebeu o novo nome para ser lançado no mercado americano em 1985, nascia assim o NES. Foi o videogame de maior sucesso comercial em sua época, ajudou a indústria de videogames a se recuperar da crise de 1983 e estabeleceu novos padrões que são seguidos pela indústria até hoje. O NES também fez história por ser um dos primeiros consoles a se apoiar em jogos feitos por terceiros (não só pela própria fabricante).

Um processador de 8 bits dava força para o console que funcionava com cartuchos. Propositalmente o design do Famicom foi feito para que ele parecesse um brinquedo. Era claro, com duas cores (vermelho e branco) e apresentava controles totalmente diferentes dos padrões da época. O console possuia uma porta de expansão e muitos componentes seriam lançados para conectar à porta. Durante o seu primeiro ano o Famicom foi foretemente criticado por alguns erros de programação o que fez a Nintendo executar um "recall" de todos os consoles vendidos e parar temporariamente a sua produção. Mais tarde, já com o problema solucionado, a Big N voltou a comercializar o Famicom se tornando o console mais vendido no Japão no final de 1984.

A Nintendo ficou encorajada com o sucesso do videogame no Japão e teve grande interesse em lançar o sistema no mercado ocidental. A empresa tentou negociar com a Atari o lançamento de seu console no mercado norte-americano, mas a produtora não demonstrou interesse.A Nintendo resolveu então lançar o sistema sozinha e em Junho de 1985 apresentou na feira Consumer Electronics Show o Nintendo Entertainment System. O sistema foi totalmente redesenhado, apresentava um layout muito mais sério e moderno, e ao contrário do que era feito anteriormente a Nintendo apresentava o console como um centro de entretenimento para enfatizar o poder do sistema.

O NES se tornou um sistema extremamente difundido graças a jogos da Nintendo que lançaram franquias bem-sucedidas, como Mario, Metroid, Donkey Kong e Zelda.O console também teve grande colaboração de terceiros, com as japonesas Capcom, Konami e Square começando séries como Mega Man, Castlevania, Contra  e Final Fantasy no console. A Nintendo também tinha um contrato de exclusividade com seus colaboradores, garantindo que as empresas só trabalhariam no NES. Seu jogo mais vendido é Super Mario Bros., com 40 milhões de cópias, mas acompanhando o console (às vezes num cartucho que incluía Duck Hunt). Super Mario Bros. 3 é o jogo separado mais vendido na história do console, com 17 milhões de cópias.

Super Mario Bros. é um jogo eletrônico lançado pela Nintendo em 1985. Considerado um clássico, Super Mario Bros. foi um dos primeiros jogos de plataforma com rolagem lateral, recurso conhecido em inglês como side-scrolling. O título conta com mais de 40 milhões de cópias e foi o principal responsável pelo sucesso inicial do console Nintendinho. O jogo inspirou incontáveis imitações que ajudaram a fixar o estilo de jogos de plataforma. Foi o primeiro sucesso do designer de jogos japonês Shigeru Miyamoto.

The Legend of Zelda, conhecido no Japão como The Hyrule Fantasy: Zelda no Densetsu, é um jogo eletrônico criado por Shigeru Miyamoto em 1986 para o NES. Situado na terra da fantasia de Hyrule, os centros da trama, um garoto chamado Link, o protagonista jogável, que visa a resgatar a Princesa Zelda do antagonista primário, Ganon, recolhendo os oito fragmentos da Triforce da Sabedoria, um poderoso artefato.

Metroid foi lançado para o Nintendo Entertainment System (NES) em 1986, introduzindo Samus Aran (que se tornou uma grande surpresa para os jogadores ao se revelar mulher) e outros personagens, como o "dragão" Ridley, Mother Brain, Kraid e os Piratas espaciais. Era um jogo plataforma labiríntico, no qual o jogador escolhia a direção para explorar. Na versão japonesa do jogo, lançado em disco para o Famicom Disk System, era possível salvar o jogo na memória interna, enquanto na versão americana, lançada em formato cartucho, esse recurso foi substituído por passwords, um dos primeiros jogos com esse artifício.

No dia 14 de julho de 2016, a Nintendo anunciou que iria relançar o Nintendo Entertainment System (NES) em uma edição mini chamada de Nintendo Classic Edition. Esta versão é muito menor que o NES original e conta com uma saída HDMI para se conectar a televisores de alta definição. Esse pequeno aparelho foi lançado no dia 11 de Novembro de 2016 com 30 Jogos na memória e se esgotou rapidamente.

Relembre também o Nintendo 64!

Relembre também o Nintendo GameCube!